Alunos e Coordenadores dos cursos de Música e Artes Visuais da EAD UNITAU organizam recital

Quando se trata de Educação a Distância, as dúvidas sobre como são realizadas as interações entre professores e alunos são bastante comuns.  Foi pensando nisso que os alunos dos cursos de Música e Artes Visuais, junto com os seus docentes, decidiram organizar um recital integrando todos os discentes.

Para a Profa.  Mestra. Renata Freitas, uma das idealizadoras do projeto, a ideia surgiu com o intuito de desmistificar a falta de interação no ensino EaD. “Quis reunir todos para quebrar a ideia de que EAD não tem interação e para que pudessem apresentar seu trabalho no polo. A maioria é músico profissional e já se apresenta”, conta a professora docente do curso de Música.

Com a apresentação prevista para o final do segundo semestre deste ano, os ensaios foram organizados por polos. Até o momento já somam vinte e dois alunos participantes, distribuídos em dez polos EAD. Além dos discentes, as idealizadoras do projeto (Profa. Ma. Renata Freitas, Profa. Ma. Andrea Consolino) e Prof. Dr. Carlos Eduardo Dias Colombo (integrante do corpo docente do curso presencial de Odontologia) também participarão da apresentação.

Os sucessos Carinhoso, de Pixinguinha, e Céu de Santo Amaro, de Flávio Venturini, farão parte do repertório da apresentação que terá duração de duas horas.

Aluno do primeiro semestre do curso de Música e integrante do grupo de músicos que participarão do recital, Carlos Narita destaca a importância do projeto. Segundo ele: “O projeto da professora Renata motivou a todos que estavam na inércia a voltarem a estudar seus instrumentos e o mais importante fazer a interação entre os cursistas. A troca de experiências, a partilha, tem ajudado a todos”.

O discente ainda destaca o empenho dos idealizadores do projeto. “Tem que se enfatizar a motivação das professoras Renata e Andrea, que não estão medindo esforços, não só nos horários de atendimento, mas também em todos os momentos que precisamos. Podemos traduzir a importância do projeto em três palavras: INTERAÇÃO, MOTIVAÇÃO E APRENDIZAGEM”, finaliza.

 

Carolina Tavares

Assessoria de Comunicação EPTS