Aluno-poeta se divide entre a poesia e o agronegócio

Escrever poemas foi a solução que José Daniel Lopes, aluno da EAD UNITAU, encontrou para superar a depressão. Ele estuda Gestão de Agronegócio no polo de Liberdade/MG e, com apenas 24 anos, já escreveu dois livros.

Motivação

A ligação de Daniel com a escrita começou quando, durante um período difícil, ele recorreu à caneta e ao papel. “Comecei a escrever frases e textos do nada, depois vieram as poesias e os poemas”, relembra “Eu já tinha a vontade de escrever, mas nunca tinha tomado iniciativa até esse episódio”.

Outra razão que impulsionou o jovem escritor foi o desejo de compartilhar seus sentimentos com outras pessoas. “Os principais temas sobre os quais eu escrevo são amor, Deus, vida”, conta. “É neles que eu me apego, são os mais relevantes”. Abordando essas questões, ele esperava alcançar o maior número de pessoas. “Atingir de alguma forma a vida de pessoas, o cotidiano, a rotina”.

Livros x trabalho

A rotina de trabalho agitada de Daniel fez com que ele precisasse dar uma pausa nos poemas. “Com meus projetos rurais e da fazenda, tive que deixar minhas ideias guardadas”, explica. Mesmo assim, ele pretende escrever mais livros e até inclui a profissão em seus textos. “Eu tento escrever um pouco sobre a parte rural, tem dado certo”.

Gestão de Agronegócio na EAD UNITAU

Daniel já trabalhava com Agronegócio e buscou a Universidade para o aperfeiçoamento. “Trabalho com gado de corte, gado de leite, faço a gestão dessa parte na minha fazenda”. A escolha da modalidade aconteceu por causa da possibilidade de conciliar trabalho e estudo. “A EAD UNITAU me proporcionou isso, atuar na área e estudar ao mesmo tempo”.

 

Marina Lima

Assessoria de Comunicação – EPTS/UNITAU